Poesias - Janela



Espreguiçar por um instante,
Debruçando na beirada da janela,
Observar a paisagem distante,
Com um simples olhar de sentinela.

O otimista, olhando pra cima,
Vê o céu repleto de estrelas,
O topo das árvores, as montanhas,
As folhas verdes das laranjeiras.

A lua cheia, que ao longe desperta,
Iluminando os lagos, rios e oceanos.
Os cantos dos pássaros nos ninhos,
Entre tantos outros encantos.

O pessimista, olhando pra baixo,
Vê a lama, os buracos, as poeiras.
E apreciando tanta sujeira,
Não enxerga o céu de estrelas.

Quando olharmos para fora,
Imitemos o amigo otimista
Que aprecia a Criação de Deus
Como um grande paisagista


Fonte



Gostou? Aproveita e compartilha essa postagem no Google+, Facebook, etc. Se foi bom para você, talvez possa ser bom para mais pessoas...



MAIS SUGESTÕES PARA VOCÊ