Reflexão - Protegendo a Nossa Mente




“Tomai também o capacete da salvação” – Paulo. (EFÉSIOS, 6:17.)
Se é justo resguardar os membros importantes do corpo, com muito mais propriedade é imprescindível defender a cabeça, nos momentos de luta...
Aliás, é razoável considerar que os braços e as pernas nem sempre são requisitados a maiores gastos de energia.
A cabeça, porém, não descansa.
A sede do pensamento é um viveiro de trabalho incessante.
Necessário se faz resguardá-la, defendê-la.
Nos movimentos de guerra, o soldado preserva-a, através de recursos especiais.
Na luta diária mantida pelo discípulo de Jesus, igualmente não podemos esquecer o conselho do apóstolo aos gentios.
É indispensável que todo discípulo de Jesus tome o capacete da salvação, simbolizado na cobertura mental de idéias sólidas e atitudes cristãs, estruturadas nas concepções do bem, da confiança e do otimismo sincero.
Façamos, pois, o nosso capacete espiritual com os fios da coragem que não se quebra, da fé pura e do espírito de serviço.
De posse dele enfrentaremos qualquer combate moral de grandes proporções.
Nenhum discípulo de Jesus duvide de sua condição de lutador.
As forças contrárias ao bem, atingirão seu mundo íntimo, através de todos os lados. Defende a tua moradia interior.
Examina o revestimento defensivo que vens usando, em matéria de desejos e crenças, de propósitos e idéias, para que os projeteis da maldade não te alcancem por dentro.






Gostou? Aproveita e compartilha essa postagem no Google+, Facebook, etc. Se foi bom para você, talvez possa ser bom para mais pessoas...



Share Button