Poesias - Céu



Olhei em volta e percebi
As nuvens que flutuavam.
Algumas até formavam
A imagem que tenho de ti.

Estavas todo azulado,
Com nuvens pequenas e solitárias
Espalhadas em todas as áreas,
De início só salpicado.

Poucos minutos passaram
E estavas quase todo encoberto
De nuvens espessas e brancas
Como em um grande deserto.

Somente no horizonte distante,
Uma linha cor de anil
Trazia-me a lembrança
De tantas coisas mil.

Ficamos tanto tempo sem te ver
E apreciar a tua imensidão,
E as estrelas que em ti cintilam,
Para a nossa consolação.

Se te observamos de dia,
Trazes-nos felicidade e prazer,
Com o sol refletindo em teu ser
Iluminando a vida, eu diria.


À noite, sonhamos, ao te ver,
Porque queremos ficar pertinho de ti
E contigo poder dormir
Até o novo amanhecer.

Oh! Se pudéssemos arrancar
Os tetos de nossas casas,
Para quando pro alto olharmos,
Com ternura de coração,
Agradecermos a Deus
Pela tua criação.

Fonte



Gostou? Aproveita e compartilha essa postagem no Google+, Facebook, etc. Se foi bom para você, talvez possa ser bom para mais pessoas...





QUE BOM TER VOCÊ POR AQUI.
NÃO VÁ EMBORA AINDA.
TEMOS MAIS SUGESTÕES PARA VOCÊ