Uma Atitude Corajosa




Uma atitude corajosa é olhar para dentro de você mesmo e perceber a sua luz e a sua sombra, consciente de que o trabalho da autotransformação é único e intransferível e que você é responsável pela sua felicidade...
Uma atitude corajosa é procurar a lição de cada experiência vivida, consciente de que não existem vítimas ou algozes. De que somos nós os autores de nossas vidas e que temos o poder de transformar as nossas experiências passadas na ponte para o futuro que se deseja.
Uma atitude corajosa é estar disposto a abrir mão do passado para construir no presente a vida que se deseja. É ter a coragem de reconhecer que o ressentimento, a mágoa, a raiva podem ser transformados pelo perdão que cura.
É assumir as rédeas da própria vida com humildade e amor, descobrindo que, muitas vezes, a coragem está em reconhecer as próprias limitações e pedir ajuda.
Uma atitude corajosa é quando você se dá conta de que não deseja repetir os antigos padrões, rompe com eles e aprende novos comportamentos.
Uma atitude corajosa é derrubar as barreiras construídas para se defender do amor. É abrir o coração assumindo os riscos de amar e de se entregar. É ir ao mais profundo de você mesmo e se perguntar quais os valores que norteiam a sua vida e qual é a sua missão no mundo.
Aquilo que só você poderá fazer do seu modo único e especial.
Uma atitude corajosa é assumir o compromisso do autoconhecimento, consciente de que as grandes transformações ocorrem de forma microscópica.
É buscar, a cada dia, tornar-se a melhor pessoa que você puder ser, aprendendo que a felicidade se encontra no processo e buscá-la.









Veja o menu completo do Blog







Gostou? Aproveita e compartilha essa postagem no Google+, Facebook, etc. Se foi bom para você, talvez possa ser bom para mais pessoas...





Share Button



QUE BOM TER VOCÊ POR AQUI.
NÃO VÁ EMBORA AINDA.
TEMOS MAIS SUGESTÕES PARA VOCÊ


Comentários

  1. Amo as reflexões que aqui busco, são lindas.

    ResponderExcluir
  2. Achei bacana, mas temos que tomar cuidado ao interpretar estes pensamentos.
    Não guardar ressentimentos para mim não é o mesmo que submeter-se voluntariamente às mesmas pessoas que sempre nos magoam. Perdoo, deixo ir, e mudo de rumo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá, Amigo do Blog, o que você achou da Postagem? Seu comentário é importantíssimo. Gostaria de saber sua opinião. É através dos comentários que eu me inspiro, me motivo e aprendo. Um grande abraço e seja sempre Bem-Vindo!!! Por favor, somente comentários a respeito da postagem.